JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Doria revoga decreto que transformava Praça do Pôr do Sol em parque

Prefeito pretende, com a medida, incluir a área no programa Adote uma Praça, que transfere a responsabilidade pela zeladoria desse tipo de espaço público para empresas privadas

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

20 Setembro 2017 | 21h34

SÃO PAULO - O prefeito João Doria (PSDB) publica na edição desta quinta-feira, 21, no Diário Oficial da Cidade, um decreto que revoga uma medida de seu antecessor, Fernando Haddad (PT), que transformava a Praça do Pôr do Sol, na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, em um parque municipal. A praça, assim, continuará sendo uma "praça", sem administração própria nem conselho gestor.

O prefeito pretende, com a medida, incluir a área no programa Adote uma Praça, de sua gestão, que transfere a responsabilidade pela zeladoria desse tipo de espaço público para empresas privadas. Em troca de manter em ordem a poda da vegetação e a manutenção dos equipamentos públicos, os parceiros privados podem instalar placas com sua logomarca.

No texto, Doria afirma considerar "o aprimoramento do programa Adote uma Praça e os bons resultados apresentados nos serviços", bem como "a ausência de atos materiais de implementação do parque" - a gestão anterior chegou a discutir a instalação de grades ao redor do parque, mas a ideia foi abortada por ordem do ex-prefeito. Na prática, o espaço ainda é uma praça.

O decreto já terá validade a partir desta quinta-feira, liberando a praça para a adoção. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.