EFE/Sebastiao Moreira
EFE/Sebastiao Moreira

Doria nega que vá aumentar a tarifa de ônibus em São Paulo

Prefeito eleito disse, no entanto, que as gratuidades hoje disponíveis no transporte público estão 'em estudo'

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S. Paulo

21 Novembro 2016 | 15h50

SÃO PAULO - O prefeito eleito João Doria (PSDB) negou nesta segunda-feira, 21, que vá aumentar a tarifa do ônibus na cidade de São Paulo no próximo ano. "A tarifa não muda. Quero reafirmar que a tarifa ficará mantida até 31 de dezembro de 2017".

O jornal Folha de S.Paulo publicou que Doria estuda promover um reajuste "parcial" da tarifa da capital no primeiro ano de gestão. A intenção seria repassar aos usuários os valores gastos pela Prefeitura para cobrir benefícios e gratuidades.

Doria também disse que as gratuidades hoje disponíveis no transporte público - para idosos e estudantes - estão "em estudo", mas não confirmou o que pode mudar nos benefícios.

"Em relação à gratuidade estamos estudando. Estamos analisando isto com o grupo de trabalho composto pela Secretaria da Fazenda, a Secretaria de Gestão e a Secretaria de Transportes. Oportunamente nos vamos comunicar o resultado disso".

 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULOJoão DoriaPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.