Eduardo Ogata/SECOM PMSP
Eduardo Ogata/SECOM PMSP

Doria manda ‘alerta’ a prefeituras regionais: ‘não reclamem, trabalhem’

Prefeito regional da Casa Verde/Cachoeirinha foi demitido por se queixar de falta de recursos; Doria diz que críticas devem ser feitas ‘internamente’

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

16 Novembro 2017 | 09h39

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), fez alerta aos prefeitos regionais da cidade na manhã desta quinta-feira, 16: "não reclamem, trabalhem". "Os que preferirem reclamar vão pra casa, porque nós queremos gente que trabalhe, arregace as mangas e venha trabalhar. Para reclamar, não, para trabalhar, sim", disse a jornalistas após ação da Prefeitura em São Miguel Paulista, na zona leste da capital. A declaração é semelhante à "Não fale em crise, trabalhe", dita pelo presidente Michel Temer (PMDB) quando se pronunciou pela primeira vez no cargo.

Na quarta-feira, 15, Doria demitiu o prefeito regional da Casa Verde/Nova Cachoeirinha, Paulo Cahim, por ter reclamado publicamente de falta de verba para a limpeza para o piscinão Guaraú, destinado ao escoamento de água na zona norte. O prefeito declarou, contudo, que a verba para a ação está garantida e que sofreu apenas um "atraso". "Os recursos estão destinados e a limpeza será feita", garantiu.

Na ocasião, ele ainda antecipou que deverá anunciar na próxima semana um programa de "minipiscinões". "Temos de ter um serviço muito eficiente para manter a drenagem da cidade, manter as bocas de lobo em funcionamento, todos os canais de drenagem da cidade, investir na limpeza dos piscinões, inclusive os já implantados e nos 'minipiscinões'", comenta.  "São Paulo não está imune a enchentes. São Paulo está trabalhando para minimizar o efeito das enchentes. Nós evidentemente não podemos dizer que não teremos nenhuma."

Segundo o prefeito, críticas são "bem-vindas" e "positivas" se feitas "internamente". "Fazer críticas públicas e não trabalhar, vai pra casa", declarou. "Isso é uma norma: ou você é uma equipe ou você não é uma equipe. Se você é um time trabalhe pelo time, arregace as mangas e trabalhe. Dificuldade nós temos desde o início da gestão. Elas não surgiram agora", diz. "A população não quer reclamação.  A população quer ação, e nós estamos agindo."

Prefeitura Casa Verde/Cachoeirinha. Segundo o secretário municipal das Prefeituras Regionais, Cláudio Carvalho, a exoneração de Cahim deve ser publicada no Diário Oficial desta sexta-feira, 17. "Nós estamos ainda avaliando alguns nomes, são nomes técnicos, e nos próximos três dias já teremos um para ocupar a Prefeitura Regional", antecipou. De acordo com Doria, assim como os demais, o novo titular será morador de região e terá curso superior. 

Recapeamento. O prefeito fez as declarações durante uma ação de vistoria à primeira ação da etapa de recapeamento do programa Asfalto Novo, realizada na Avenida Marechal Tito, em São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo. Ao todo, o Município pretende asfaltar 3 milhões de metros quadrados de vias até abril de 2018 - conforme foi anunciado em outubro. O investimento é de R$ 350 milhões, dos quais R$ 210 milhões são do fundo de multas da cidade. 

Mais conteúdo sobre:
João Doria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.