Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Doria chega ao Anhembi e aproveita o samba para fazer selfies

Prefeito destacou economia na organização do carnaval deste ano; governador Geraldo Alckmin levou netos para a folia

Alexandre Hisayasu, O Estado de S.Paulo

25 Fevereiro 2017 | 00h39

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), chegou às 23h30, no Anhembi, e seguiu direto para o camarote da Prefeitura. Cercado pelos foliões, que pediam para tirar selfies, ele cumprimentou os presentes e sambou um pouco com a Tom Maior. Ele ressaltou que a cidade gastou R$ 170 mil com o carnaval deste ano, em 2016 foram cerca de R$ 3 milhões, e disse que, no que vem, deve ser o último carnaval no Anhembi antes da conclusão do processo de privatização. 

O governador Geraldo Alckmin  (PSDB) também está acompanhando os desfiles das escolas de samba no camarote da Prefeitura. Junto à primeira dama, Lu Alckmin, ele levou os dois netos de 5 anos para a folia. O tucano disse que o carnaval de São Paulo "cresce a cada ano" e se tornou um dos principais do País. Afirmou também que "o desfile da Tom Maior foi muito bonito".

A Tom Maior foi a primeira escola a entrar na avenida na noite desta sexta-feira, 24. No início da madrugada deste sábado, 25, já entrava na avenida a Mocidade, comemorando seu jubileu de ouro. Desfilarão ainda, na sequência, a Unidos de Vila Maria, Tatuapé, Tucuruvi e Águias de Ouro. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.