Reprodução
Reprodução

Donos de veículos podem fazer alteração de endereço pela internet em SP

Quatro novos serviços eletrônicos do portal www.detran.sp.gov.br pretendem modernizar e desburocratizar atendimento

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

12 de janeiro de 2012 | 09h03

São Paulo, 12 - Os proprietários de veículos que mudaram de endereço já podem fazer a alteração pela internet. Este é mais um dos serviços disponibilizados pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) desde o começo do ano. Os quatro novos serviços eletrônicos disponibilizados por meio do portal Detran.sp.gov.br, têm o objetivo de modernizar e desburocratizar o atendimento ao cidadão.

A partir de agora, sempre que houver mudança de endereço do condutor dentro do mesmo município é possível realizar a atualização nos registros da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do veículo através da ferramenta eletrônica.

Basta o proprietário fazer seu cadastro no portal do Detran.SP - medida de segurança quanto ao sigilo das informações dos condutores -  e, em seguida, acessar os serviços "Alteração de Endereço de Condutor" ou "Alteração de Endereço de Veículo" no menu localizado ao lado direito da tela, preenchendo os dados solicitados.

Outra novidade entre os serviços disponíveis é o "Acompanhamento de Serviços de CRLV*", que dá acesso ao status de diferentes solicitações feitas ao Detran.SP , como a comunicação de venda, o licenciamento e a própria atualização de endereço do veículo.

Além disso, os condutores poderão conferir os resultados de recursos de multas aplicadas pelo Detran.SP (por meio das autuações realizadas pela Polícia Militar) e suspensão de CNH, com processos protocolados na Junta Administrativa de Recurso de Infração (JARI).

Pelo portal é possível solicitar a emissão, por exemplo, da segunda via da CNH, da CNH Definitiva, da Permissão Internacional para Dirigir (PID), ou ainda acompanhar o processo da primeira CNH (Permissão para Dirigir) e o resultado das provas teóricas e práticas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.