Dono do imóvel diz que acidente não é culpa sua

O empresário Antonio da Cruz Santiago Junior, de 30 anos, dono do imóvel em reforma que desabou no dia 28 na Avenida Liberdade, região central de São Paulo, matando um pedestre, prestou depoimento ontem no 1.º Distrito Policial (Sé). Ele se eximiu de responsabilidade e disse que o projeto e execução da obra ficaram a cargo da empresa Construt. Ele deve responder apenas civilmente pelo ocorrido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.