Dono do carro que atropelou 2 ciclistas no RS não tem CNH

O dono do Tempra que atropelou dois ciclistas no domingo, em Porto Alegre, não tem carteira de habilitação e está em liberdade condicional. Ele foi identificado pela polícia, mas ainda não está intimado para depor porque não foi encontrado nos endereços disponíveis. O delegado Gilberto Montenegro, responsável pelo inquérito, admite que falta esclarecer se o carro era conduzido pelo dono.

Elder Ogliari / PORTO ALEGRE, O Estado de S.Paulo

17 Março 2011 | 00h00

O atropelamento ocorreu na Avenida Assis Brasil, uma das mais movimentadas da capital gaúcha. Os dois ciclistas foram atingidos por trás e caíram. Atendidos no Hospital Cristo Redentor, foram liberados no mesmo dia. O motorista fugiu sem prestar socorro. O carro foi encontrado amassado em um beco da mesma região na segunda-feira.

Montenegro ouviu os dois ciclistas, mas diz que o relato é insuficiente para qualquer conclusão porque eles sofreram o impacto pelas costas e não conseguiram ver o atropelador. O atropelamento dos dois ciclistas foi o segundo em Porto Alegre em pouco mais de duas semanas.

Em 25 de fevereiro, o bancário Ricardo Neis, de 47 anos, abriu caminho entre centenas de ciclistas atropelando parte deles, na Rua José do Patrocínio, no bairro Cidade Baixa. Oito tiveram fraturas e escoriações. Neis está preso preventivamente desde sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.