JB Neto/AE
JB Neto/AE

Dono de padaria ferido em explosão de gás em SP corre risco de morrer

João Evangelista de Souza, de 45 anos, teve queimaduras de segundo e terceiro graus

Priscila Trindade, Central de Notícias

06 de outubro de 2010 | 12h11

SÃO PAULO - O dono de uma padaria que explodiu na madrugada de quarta-feira, 6, na zona leste de São Paulo, permanece internado em estado grave e corre risco de morte, segundo informou a Secretaria Estadual da Saúde.

 

João Evangelista de Souza, de 45 anos, teve queimaduras de segundo e terceiro graus em 20% do rosto, braço e pescoço. Ele está internado no Pronto Socorro Vila Penteado.

 

A explosão, causada possivelmente por vazamento de GLP, aconteceu por volta das 5 horas, localizada no térreo do imóvel, na Rua Padre Manuel da Nóbrega. O Corpo de Bombeiros socorreu três feridos.

 

Segundo a corporação, outras cinco pessoas ficaram feridas na explosão e foram resgatadas por populares. O comerciante foi o último a ser socorrido, por volta das 8 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.