Dono de construtora será indiciado por homicídio em acidente que matou nove

O dono da Construtora Segura, Manoel Segura Martinez, será indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar) por causa da queda de um elevador de obra em Salvador, que matou nove operários, em 9 de agosto. O equipamento despencou de uma altura de 60 metros. O laudo do Departamento de Polícia Técnica apontou falhas técnicas e na manutenção do elevador, como freios e guincho desgastados. Uma roldana estava corroída pela ferrugem.

O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2011 | 03h05

Martinez será acusado de imprudência, imperícia e negligência e pode ser condenado a 3 anos de prisão. Em nota, a construtora disse que o laudo possui "informações inconsistentes e que o elevador funcionava dentro das normas de segurança".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.