Márcio Fernandes/AE
Márcio Fernandes/AE

Dono de Camaro paga R$ 245 mil e é liberado

Felipe Arenzon causou série de batidas e feriu quatro pessoas na sexta; família diz ter vendido imóvel para saldar fiança

Cida Alves, O Estado de S.Paulo

04 Outubro 2011 | 03h03

Após pagar fiança de R$ 245 mil, o estudante Felipe de Lorena Infante Arenzon, de 19 anos, deixou ontem o 72.º DP onde estava detido após causar uma série de acidentes na sexta-feira em um percurso de 10 quilômetros entre as zonas oeste e norte de São Paulo. Ele dirigia um Camaro Coupé SS e bateu em quatro carros ao invadir a motofaixa da Avenida Sumaré. Em seguida, atropelou duas pessoas na Freguesia do Ó e atingiu dois veículos no Limão. Quatro pessoas ficaram feridas e um homem foi internado em estado grave, com queimaduras em 90% do corpo.

Segundo a polícia, a série de acidentes aconteceu após estudante deixar uma casa noturna.

Arenzon deixou o 72.º DP no fim da tarde de ontem e não deu declarações à imprensa. No muro da delegacia, familiares de uma das vítimas colaram cartazes com pedidos de justiça.

O advogado de Arenzon, João César Cáceres, disse que a família do estudante teve de vender um imóvel para pagar a fiança. O valor foi determinado com base no preço do Camaro.

A fiança foi arbitrada no sábado pelo juiz Rodrigo de Azevedo Costa, após a defesa pedir liberdade provisória. O advogado disse ainda que Arenzon deve precisar de atendimento psicológico, pois está muito abalado. Ele deve responder por tentativa de homicídio, embriaguez ao volante e fuga do local do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.