Dona de casa mata o namorado e se suicida em Praia Grande

Roseli Fátima Amaro e Fábio Luiz da Silva foram encontrados mortos em apartamento na Vila Guilhermina

AE

24 de dezembro de 2007 | 05h25

Uma dona de casa matou o próprio namorado e depois se matou, neste domingo, em Praia Grande, litoral sul paulista. Roseli Fátima Amaro, de 44 anos, e seu namorado, o motoboy Fábio Luiz da Silva, de 30, foram encontrados mortos em um apartamento na Vila Guilhermina.   Os dois morreram com tiros de calibre 38 na cabeça, e a arma usada no crime estava na mão de Roseli, autora dos disparos, segundo avaliou a Polícia.   O homicídio, seguido de suicídio, foi descoberto por volta das 20h30, mas teria ocorrido pela manhã. Uma amiga da dona de casa, com quem ela havia combinado de sair, estranhou a falta de notícias e decidiu procurá-la no apartamento. Ninguém atendeu à campainha, mas a amiga percebeu que a moto do namorado de Roseli estava na garagem e decidiu procurar por uma das filhas da dona de casa.   Apesar de ter as chaves do imóvel, a jovem resolveu ligar para o pai e ex-marido de Roseli, que chamou a Polícia Militar. Policiais da 01ª Companhia do 45º Batalhão do Interior (BPM/I) foram até o apartamento, onde encontraram o casal morto.   Roseli era separada e tinha três filhos, duas moças e um rapaz. O caso foi registrado no plantão do Distrito Policial Sede de Praia Grande, onde os fatos serão apurados.

Tudo o que sabemos sobre:
Praia Grandesuicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.