Dois suspeitos são mortos em tentativa de assalto na Grande SP

Assaltantes invadiram uma padaria em Santo André na noite de terça-feira; policial militar de folga reagiu e também foi baleado

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

26 Novembro 2014 | 09h55

SÃO PAULO - Dois suspeitos foram mortos por policiais militares após uma tentativa de assalto a uma padaria em Santo André, na Grande São Paulo, na noite desta terça-feira, 25. Um policial também foi baleado e dois clientes sofreram ferimentos leves.

Segundo a Polícia Militar, dois assaltantes armados invadiram o estabelecimento na Avenida Eduardo Prado, na região do Parque Erasmo Assunção, e anunciaram o roubo por volta das 20h30. Um policial militar, que estava de folga, reagiu à abordagem dos criminosos.

Na troca de tiros, o agente acabou ferido na região do abdome, mas atingiu um dos bandidos no tórax. O assaltante morreu no local e o seu comparsa fugiu. Dois clientes da padaria também sofreram ferimentos: um recebeu um tiro no pé e outro foi atingido por estilhaços de vidro. Os dois passam bem, informa a PM.

Às 4h, a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima sobre o paradeiro do assaltante foragido. Ao chegarem ao local, a casa do suspeito, na Rua Flamengo, os policiais foram recebidos a tiros. Após nova tentativa de fuga, o suspeito teria sido alvejado no tórax e morreu.

Ferido, o policial militar foi levado para o Centro Hospitalar Municipal de Santo André. Durante o resgate, a viatura da PM ainda colidiu em um poste, na Rua Jorge Beretta, ao tentar desviar de uma motocicleta, e precisou ser substituída por outro carro. Ninguém ficou ferido no acidente. A PM não soube informar o estado de saúde do agente baleado.

Com o assaltante morto na padaria, os policiais apreenderam uma pistola calibre 380. Já com o suspeito, morto horas depois, foi encontrado um revólver da marca Taurus, calibre 38. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Santo André.

Mais conteúdo sobre:
Violência Roubo Santo André

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.