Dois suspeitos de roubar relógios de luxo nos Jardins são presos

Um deles tentou assaltar um delegado e foi detido em flagrante; o outro quis fugir mas também acabou capturado

O Estado de S. Paulo

12 Setembro 2014 | 21h02

SÃO PAULO - Dois homens suspeitos de roubar relógios de luxo nos Jardins, zona sul de São Paulo, foram presos na madrugada desta sexta-feira, 12, na esquina das Ruas Bela Cintra e Vittorio Fasano. Eles tentaram assaltar um delegado do 78° DP (Jardins) e foram presos em flagrante, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O delegado disse que, enquanto estava em um restaurante por volta da meia-noite, percebeu que um suspeito o vigiava. O policial solicitou apoio e, pouco tempo depois, dois colegas chegaram. Os três se dirigiam para o carro do delegado quando foram abordados pelo suspeito, que anunciou o assalto e simulou estar armado.

Um comparsa que aguardava dentro de um carro prata próxima tentou fugir, mas também foi detido. Dentro do carro havia uma pistola 9 mm de fabricação israelense e duas placas de veículos. Os criminosos confessaram que haviam alugado a arma para roubar relógios de luxo na região e que o carro era roubado. Eles ainda afirmaram terem roubado um Rolex no sábado, 6, e que outros clientes do restaurante também haviam sido vítimas de roubo.

O caso foi registrado como tentativa de roubo a transeunte, receptação de veículo, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e adulteração de sinal identificador de veículo automotor, no 78º DP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.