Google Maps
Google Maps

Dois suspeitos de ataque a banco são mortos pela polícia no interior de SP

Quadrilha explodiu cofre e dois caixas eletrônicos em Miracatu

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

20 de junho de 2017 | 20h43

SOROCABA - Dois homens suspeitos de integrarem uma quadrilha que explodiu o cofre e dois caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil, na madrugada desta terça-feira, 20, em Miracatu, no Vale do Ribeira, foram mortos, no fim da tarde, em confronto com a polícia. O grupo suspeito do assalto foi localizado num sítio, no bairro Panelas, zona rural do município, e cercado por policiais civis e militares. O bando reagiu e houve troca de tiros. 

Dois dos suspeitos foram baleados e morreram. Os outros, cerca de cinco ou seis, fugiram para uma mata próxima. Duas viaturas policiais foram atingidas por disparos. O bando deixou no local dois fuzis, duas armas roubadas dos vigias da agência bancária, coletes à prova de bala e explosivos. Dois carros foram apreendidos. Os policiais recuperaram também parte do dinheiro roubado dos caixas eletrônicos - as notas manchadas de tinta estavam sendo lavadas.

O assalto

Homens fortemente armado invadiram a região central da cidade e explodiram os caixas eletrônicos e o cofre central de uma agência do Banco do Brasil, na madrugada desta terça-feira, em Miracatu. Para dificultar a perseguição pela polícia, os criminosos atravessaram uma picape Fiat Strada sobre a pista sentido São Paulo da rodovia Régis Bittencourt (BR-116) e atearam fogo. Foi o terceiro ataque a bancos com o uso de veículos incendiados em menos de uma semana no interior paulista.

A quadrilha chegou à cidade, na margem da rodovia, por volta das 4 horas. O bando arrombou a porta principal da agência, instalou e detonou os explosivos. Além dos caixas e do cofre, as instalações da agência ficaram destruídas. Enquanto parte da quadrilha atacava a agência, outros criminosos faziam disparos a esmo para assustar os moradores. Eles fugiram em vários veículos pela rodovia.

O incêndio da picape, no km 408, causou um congestionamento de três quilômetros no sentido São Paulo, segundo a concessionária. Houve reflexos também na pista contrária.

Mais conteúdo sobre:
ViolênciaMiracatu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.