Dois são presos após tentativa de assalto a apartamento na zona sul de SP

Criminosos mantiveram vítima e colega reféns para roubar residência, mas foram perseguidos pela polícia

Pedro da Rocha, estadão.com.br

21 de junho de 2011 | 13h03

SÃO PAULO - Quatro bandidos fizeram três pessoas reféns, na noite de segunda-feira, para assaltar uma residência na Alameda Casa Branca, no Jardim Paulista. Dois criminosos foram presos após fugirem no Honda Fit branco de uma das vítimas e serem perseguidos por uma viatura da Polícia Militar (PM).

 

De acordo com dona da residência assaltada, que preferiu não se identificar, os criminosos a abordaram, aproximadamente às 21 horas, em frente ao escritório de um amigo, na Vila Madalena, que a acompanhava. Ambos estavam parados ao lado do Fit. "Três homens desceram do carro, mostraram uma arma e foram pedindo dinheiro. Chegaram a agredir eu e meu amigo para que contássemos o que tínhamos de valor", relatou a administradora, de 30 anos.

 

Os bandidos entraram no carro da vítima, mantendo os dois reféns, e mandaram que ela indicasse onde morava. Um quarto criminoso os seguiu com o veículo do bando. Chegando ao apartamento eles entraram na garagem, enquanto o carro que vinha atrás estacionava em frente ao prédio.

 

O porteiro suspeitou do grupo e foi verificar com a moradora, quando também acabou rendido. Os criminosos levaram TV, laptop, joias e dólares da residência. Eles fugiram nos dois carros, três deles no da vítima.

 

O soldado da PM Willian Rodrigo, que participou da prisão dos bandidos, contou que foi avisado por populares de um carro parado, na região de Pinheiros, após bater em diversos veículos. "Quando chegamos perto do automóvel, o veículo deu ré e tentou fugir. Houve perseguição até a Rua Francisco Morato, quando bateram novamente. Dois homens correram e um terceiro foi detido no carro, com um revólver calibre 38. Um dos fugitivos acabou detido".

 

Os pertences da vítima foram recuperados e apenas uma arma apreendida. O caso foi registrado no 34ºDP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.