Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Dois passageiros morrem em ônibus incendiado na zona norte

Grupo de homens ateou fogo no veículo e vítimas não conseguiram descer a tempo de escapar do ataque

O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 11h11

Texto atualizado às 13h35

Dois passageiros morreram carbonizados por volta das 2h deste domingo, 9, em um ônibus incendiado no Parque Edu Chaves, região do Jaçanã, zona norte de São Paulo. Segundo a polícia, um grupo de homens encapuzados ateou fogo no veículo da viação Sambaíba Transportes Urbanos depois de quebrá-lo com pedras e pedaços de madeira.

O ônibus havia acabado de estacionar no cruzamento da Avenida Edu Chaves com a Rua Basílio Alves Morango, ponto final da linha. O motorista, o cobrador e outros passageiros fugiram. Supostamente embriagadas, as vítimas não conseguiram descer a tempo de escapar do ataque. O caso foi encaminhado para o 73 DP (Jaçanã). Totalmente carbonizados, os corpos ainda não foram identificados.

Mais um ônibus incendiado. Um segundo ônibus da viação Sambaíba foi incendiado na zona norte hoje. O ataque, que dessa vez não deixou feridos, ocorreu por volta das 11h na Rua Capitão Alcoock, na Vila Medeiros, a cerca de 500 metros da Praça Erotides de Campos, onde duas pessoas morreram carbonizadas na primeira ação criminosa.

Ambos os ataques foram registrados após a morte de dois homens que ocupavam um Passat vermelho em uma susposta troca de tiros com a Polícia Militar. Segundo informou a corporação, os soldados foram recebidos a balas durante abordagem policial e reagiram em legítima defesa. As vítimas estariam portando uma pistola calibre 640 e um revólver calibre 38, que foram apreendidas. Inicialmente, as ocorrências não têm relação, segundo a PM.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.