Dois operários morrem soterrados em obra de Sorocaba

Homens trabalhavam em esgoto e usavam somente capacete como equipamento de segurança

Carolina Spillari, estadão.com.br

18 Julho 2011 | 18h37

SÃO PAULO - Dois operários morreram soterrados na tarde desta segunda-feira, 18, em Sorocaba, município distante 100 km de São Paulo.

 

Os dois trabalhavam com tubulações de esgoto em um buraco para uma empresa terceirizada, quando a terra desabou sobre eles na Avenida Independência, em frente a faculdade Unip. O nome da empresa não foi divulgado.

 

Segundo o sargento Petti, o Corpo de Bombeiros foi acionado às 16h40. Porém, ao chegar ao local, o Samu constatou que os dois estavam mortos. Os operários ficaram soterrados por pelo menos 20 minutos e não resistiram, disse o sargento Petti.

 

O buraco tinha uma extensão de três metros e pelo menos 1,5 metro de terra ficou sobre eles. Como equipamento de segurança, os dois só usavam capacete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.