Dois ônibus são incendiados na Grande São Paulo

Ocorrências atingiram veículos administrados pela EMTU em São Paulo e Guarulhos; ninguém se feriu

O Estado de S. Paulo

27 Novembro 2014 | 09h16

SÃO PAULO - Dois ônibus foram queimados entre a noite de quarta-feira, 26, e a madrugada desta quinta-feira, 27, na Grande São Paulo. Ambos os veículos pertencem à frota da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).

O primeiro caso ocorreu na Rua Barra do Santo Antônio, no bairro de Pimentas, em Guarulhos. Segundo a Polícia Militar, por volta das 20h um grupo de cerca de 30 pessoas interditou a via para um protesto, que culminou no ônibus incendiado. O veículo atendia a linha 227 (Metrô Armênia-Guarulhos). A PM informou não saber a causa da manifestação.

Na madrugada desta quinta-feira, outro ônibus da empresa foi alvo de ação de vandalismo, desta vez na Avenida Doutor Assis Ribeiro, em Ermelino Matarazzo, na zona leste da capital paulista. O ônibus iria prestar serviço para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, por volta das 4h40, algumas pessoas jogaram um coquetel molotov no veículo, que teve o painel queimado. As chamas foram contidas pelo motorista, que impediu o alastramento do fogo para o resto do veículo.

Em nenhum dos dois casos houve vítimas.

Dados da EMTU mostram que, neste ano, até agora, 40 ônibus gerenciados pela empresa foram queimados no Estado de São Paulo. Outros 254 sofreram outros tipos de vandalismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.