Dois ônibus são incendiados e motoristas param em Ribeirão Preto

Moradores do bairro Jardim Branca Salles se revoltaram com a morte de um suspeito de roubo em tiroteio com a PM; além dos ônibus, um caminhão e um carro de tevê também foram queimados

Sandro Villar, Especial para o Estado

31 Maio 2014 | 22h14

A população da Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, está sem ônibus na noite deste sábado, 31. Motoristas decidiram paralisar o transporte público depois que moradores do Jardim Branca Salles atearam fogo em quatro veículos: dois ônibus, um caminhão e um veículo de uma emissora de televisão. 

Segundo a PM, os moradores se revoltaram com a morte de um rapaz durante um tiroteio com a polícia. A PM afirma que ele e um comparsa roubaram um carro e uma farmácia. Policiais dizem que reagiram depois que o rapaz sacou a arma. A mãe do morto alega que a arma era falsa.

Além de incendiar os veículos, a população também apedrejou uma viatura da PM, que reagiu atirando balas de borracha.

Os ônibus devem voltar a circular neste domingo, 1, segundo a Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte na cidade.

Mais conteúdo sobre:
ônibus queimado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.