Dois morrem em ataques em série na zona sul de São Paulo

Outras cinco pessoas foram baleadas; segundo a polícia, crimes podem ter sido cometidos pelos mesmos autores

Ricardo Valota, O Estado de S. Paulo

05 de dezembro de 2012 | 07h50

SÃO PAULO - Sete pessoas foram baleadas por volta das 22h30 de terça-feira, 4, no Parque Figueira Grande, região do Jardim São Luiz, na zona sul da capital, por dois homens em uma moto. Até o final da madrugada desta quarta-feira, 5, duas das vítimas haviam morrido e as demais permaneciam internadas no pronto-socorro do M' Boi Mirim e no Hospital Regional Sul.

Escoltados por outro veículo, os dois ocupantes da moto pararam em frente a um bar, na Rua Sebastião Dias Fragoso, e abriram fogo. Quatro pessoas foram atingidas, entre elas uma mulher de 35 anos, que trabalha como cozinheira de uma creche. Na sequência, na mesma rua, a 100 metros do bar, a dupla disparou contra dois homens que estavam na calçada. Ambos morreram.

Minutos depois, um homem foi ferido a tiros na Rua Giosué Carducci, no Jardim Boa Vista, na mesma região. A vítima permanecia internada. O local do crime fica a apenas um quilômetro de onde ocorreram os dois primeiros ataques. A polícia acredita que foram os mesmos atiradores.

MAPA DA VIOLÊNCIA 

Homicídios na Grande São Paulo desde o dia 24 de outubro.

Ver Onda de violência em um mapa maior

Tudo o que sabemos sobre:
chacina, jardim são luiz, são paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.