Luiz Ligabue|Estadão
Luiz Ligabue|Estadão

Dois morrem e três ficam feridos em briga no Ceagesp

Discussão entre famílias de feirantes por causa de preço terminou em tiros

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

14 Janeiro 2017 | 12h24

SÃO PAULO - Uma briga entre famílias de feirantes acabou com dois homens mortos a tiros e outros três feridos na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais (Ceagesp), na Vila Leopoldina, na zona oeste da capital. O caso aconteceu na manhã deste sábado, 14, por volta das 4h20.

Testemunhas ouvidas pela Polícia Civil relataram que a desavença começou no início da semana, por causa de preço das mercadorias. Na quarta, 11, teria havido uma agressão entre as partes, que terminou em um acerto de contas neste sábado.

Os mortos, identificados apenas como Italo Santos e Vagner Rodrigues, eram de famílias diferentes. Um irmão de Rodrigues e dois de Santos também foram baleados. Eles foram socorridos e levados para o Hospital das Clínicas e para o Hospital Universitário, onde vão passar por cirurgia.

As vítimas foram alvejadas perto do Portão 14, dentro da Ceagesp. As famílias teriam ido para o entreposto para comprar peixe, produto que revendiam em feiras de São Paulo.

Um homem chegou a ser detido por seguranças da Ceagesp, suspeito de ser autor dos disparos, mas deve ser liberado. Segundo as apurações do 91° Distrito Policial  (Ceagesp), ele não teria envolvimento no crime. Já os feridos são considerados autores e estão sob custódia policial. Caso recebam alta, serão presos.

Os investigadores apreenderam um revólver calibre 38 e duas pistolas 380. A Polícia ainda apura quem deu início às agressões e quem são os autores dos disparos. Os envolvidos passarão por exame residuográfico. As câmeras de segurança do local estavam inoperantes.

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Ceagesp Polícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.