Dois morrem após serem atingidos por raios no interior de SP

Acidentes ocorreram durante temporal na quarta e no domingo; na capital, mais duas pessoas foram atingidas

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

26 Fevereiro 2009 | 17h29

O corpo do lavrador Carlos Gabriel da Silva, de 48 anos, foi sepultado no início da tarde desta quinta-feira, 26, em São José da Bela Vista, na região de Ribeirão Preto. Ele morreu na tarde de quarta, por parada cardiorrespiratória, após ser atingido por um raio quando estava trabalhando, num canavial de São Simão.   Cerca de 50 pessoas estavam no corte de cana naquele instante. Não chovia, mas o tempo fechou e o raio atingiu o podão de Carlos Silva, que recebeu a descarga elétrica nas pernas. Ele chegou com vida ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, mas não resistiu.   Esse foi o segundo caso de morte na região de pessoas atingidas por raios em quatro dias. Na tarde de domingo, em Patrocínio Paulista, Anderson Wilson da Silva, de 30 anos, foi atingido por um raio enquanto jogava futebol numa fazenda. A caminho do hospital, ele também morreu por parada cardiorrespiratória.   São Paulo   Na capital paulista, mais duas pessoas foram atingidas por raios na região central, na quarta-feira, segundo o Corpo de Bombeiros. Uma das vítimas é um homem que estava na Avenida Santos Dumont, na Luz, e foi atendido às 17h40 e encaminhado ao Hospital das Clínicas. A outra é uma mulher de 25 anos, atendida às 16h52, que foi encaminhada consciente á Santa Casa. Ela foi atingida por um raio na rua Anhaia, no Bom Retiro.   (Com Rita Cirne, do estadao.com.br)

Mais conteúdo sobre:
chuvas em SPraiosbombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.