Dois meses com vazamento

SABESP DESPREZA CAMPANHA DE ECONOMIA DE ÁGUA

O Estado de S.Paulo

11 Janeiro 2013 | 02h01

Quero registrar uma reclamação contra a Sabesp e cobrar ação imediata da concessionária, pois desde novembro estou com problemas de vazamento - fato registrado naquele mês na Ouvidoria -, e nada foi feito. Na parede do imóvel de minha residência além do vazamento, houve infiltração sob a escada da entrada. Estou com problema ainda no registro do cavalete, que não fecha totalmente. Depois de um tempo apareceu um buraco de uns 50 cm de diâmetro na sarjeta, que oferece risco a veículos e principalmente a pedestres. Todos esses chamados foram registrados pela Sabesp, sem nenhuma ação. Na última visita do técnico, foi até elaborado um relatório e registrada a possibilidade de danos ao meu imóvel (registro de sinistro para seguro).

FÁBIO CÁSSIO DOS REIS / SÃO PAULO

Milton de Oliveira, superintendente da Unidade de Negócios Oeste, informa que a Sabesp resolveu o problema de vazamento do sr. Reis, após concluir o reparo do ramal de água, em 4/1. A troca do registro do cavalete, solicitado pelo cliente, também já foi executada. A Sabesp pede desculpas pelos transtornos e esclarece que a demora se deu devido à interrupção momentânea nos serviços terceirizados de manutenção de água e esgoto, de execução de ligações e reposição de pavimento, uma vez que a companhia estava atendendo às solicitações dos clientes com mão de obra própria. O contrato já foi restabelecido e a realização dos serviços está sendo normalizada.

O leitor informa: No dia 8/1 verifiquei que a calçada estava cimentada e seca, portanto acredito que o vazamento tenha sido eliminado. Quanto ao registro, ele foi consertado.

BANCO DO BRASIL

Burocracia para abrir conta

Compareci a uma agência do Banco do Brasil (BB) para abrir uma conta corrente para o meu filho, menor de idade, visto que a empresa onde ele vai trabalhar exigiu que a conta fosse aberta nessa instituição para que os salários possam ser creditados. Depois de muita espera - os funcionários faziam de tudo, menos atender o público -, fui orientado a procurar os Correios para abrir a conta, pois se optasse em abri-la na agência o procedimento levaria aproximadamente 20 dias por causa da falta de funcionários. Enquanto os bancos privados só faltam "laçar" clientes na rua, o Banco do Brasil anda na contramão da história. Já passou da hora de se criar uma lei que dê liberdade ao trabalhador de escolher o banco que quiser para receber seus vencimentos.

GILBERTO RIBEIRO DA SILVA

/ CARAPICUÍBA

O Banco do Brasil diz que contatou o leitor, que informou ter realizado a abertura de conta corrente. Afirma que não há restrições de qualquer natureza para a abertura de contas por agências e que tal orientação é reiteradamente repassada aos funcionários.

O leitor comenta: Fui aos Correios e abri a referida conta. Mas reitero que só abri a conta no BB por exigência do empregador, tamanho é o descaso com os clientes.

AES ELETROPAULO

Cidade Dutra sem energia

Expresso meu descontentamento com a AES Eletropaulo em relação ao fornecimento de energia elétrica nas regiões de Cidade Dutra e Interlagos. Na Rua Cambuci do Vale, em dezembro, houve faltas constantes de energia. E o pior é que os telefones divulgados na própria conta de luz simplesmente não atendem. Além disso, o telefone 167 só aceita ligações de telefone fixo, um absurdo! Como efetuarei uma ligação de telefone fixo se estou sem energia em casa? Em 13/12 ficamos sem energia das 22 às 6 horas. No dia 15 o problema começou às 21 horas e se estendeu até as 3h30. No dia 18 a luz acabou às 3 horas e até as 10 horas não tinha sido restabelecida.

CLODOALDO DA SILVA LEITE

/ SÃO PAULO

A AES Eletropaulo informa que a região mencionada pelo leitor é caracterizada por densa arborização, sendo a queda de galhos de árvores a principal causa dos desligamentos de energia. Por esse motivo, o circuito será contemplado por um amplo plano de podas durante o ano de 2013, com previsão de início para o 1º semestre.

O leitor reclama: Cidade Dutra, Interlagos e Veleiros sofrem blecautes frequentes. Em Cidade Dutra, quando há queda de energia, observo que em parte do bairro a luz não acaba e, em outra, a energia só volta muitas horas depois, o que me leva a crer que se trata de um problema da distribuidora. Por que em algumas partes do bairro a energia volta muito mais rápido? Estou muito insatisfeito com a resposta da Eletropaulo e com os serviços prestados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.