Dois meses após acidente, quatro corpos não são identificados

Familiares das vítimas fazem homenagem e entregam flores a funcionários e passageiros em Congonhas

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

16 de setembro de 2007 | 18h46

Dois meses após o acidente com o vôo 3054 da TAM, quatro corpos ainda não foram identificados pelos peritos do Instituto Médico Legal (IML). Em encontro com os familiares das vítimas neste domingo, 16, o IML afirmou que os trabalhos de identificação ainda não terminaram.   Veja também: CPI pode sugerir indiciamento de Denise Abreu Congonhas: pista menor e sem atrasos  Quem são as vítimas do vôo 3054  Tudo sobre o acidente do vôo 3054 No dia 17 de julho, o Airbus da TAM que fazia o vôo 3054 explodiu após atravessar a pista principal do Aeroporto de Congonhas e se chocar com o prédio da TAM Express. No acidente, 199 pessoas morreram. De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), ainda precisam ser identificados os corpos de Levi Ponce de Leão, Ivalino Bonatto, Andrei François de Mello e Michelle Leite.   Neste domingo, familiares fizeram uma homenagem às vítimas no saguão de embarque de Congonhas. Eles distribuíram rosas a passageiros e funcionários da TAM e mencionaram os nomes das 199 vítimas do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.