Portuguesa Santista
Portuguesa Santista

Dois filhos do técnico do Penapolense morrem em acidente de carro

Colisão na Castelo Branco deixou três vítimas, com idade entre 10 e 14 anos; outras duas pessoas tiveram ferimentos graves

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

31 Julho 2017 | 09h39

SÃO PAULO - Três menores de idade morreram após o capotamento de um veículo na Rodovia Castelo Branco por volta das 13h40 de domingo, 30, em Tatuí, no interior de São Paulo. Entre as vítimas, estavam a filha de 14 anos e o filho de 10 do técnico do Clube Atlético Penapolense, Claudemir Peixoto, de acordo com informação divulgada pelo time de Penápolis, que está na Série A2 do Campeonato Paulista. Além deles, também morreu um menino de 12 anos.

Segundo o Comando de Policiamento Rodoviário, um dos menores de idade morreu no local, enquanto os outros dois não resistiram aos ferimentos após serem atendidos no Pronto Socorro de Tatuí. Ao todo, seis pessoas ocupavam o veículo, entre elas a mãe das duas vítimas. Outros dois ocupantes tiveram ferimentos graves.

Ainda de acordo com a polícia, o veículo teria sofrido um capotamento seguido de uma batida após desviar de um objeto metálico que estaria na pista. O acidente aconteceu no sentido do interior para capital, onde reside a família do treinador. 

Em nota, o presidente do clube, Luiz Gomes Mariano, decretou luto oficial e afirmou que o velório deve ocorrer nesta segunda-feira, 31, em São Paulo.

"Os filhos de Claudemir Peixoto haviam ficado até sexta-feira em Penápolis e foi levado por ele até Cesário Lange, onde o treinador seguiu viagem até Rio Claro onde na noite de sábado o Penapolense derrotou o Velo Clube. A diretoria, chocada com a informação da qual pegou a todos de surpresa, se solidariza com a família neste momento de dor ao mesmo tempo em que deseja que todas tenham força para superar este momento de dor", informou a equipe.

Nas redes sociais, equipes do interior paulista manifestaram solidariedade com a família do treinador. "Todos os sentimentos da família bugrina a Claudemir Peixoto, treinador da Penapolense, e seus familiares", escreveu o Guarani, de Campinas.

"A Ferroviária S/A lamenta o falecimento dos familiares de Claudemir Peixoto, técnico do Penapolense. Nos solidarizamos com a família e amigos neste momento de dor", declarou a equipe de Araraquara.

Já a Ponte Preta, também de Campinas, manifestou-se no Twitter. "Nossos sentimentos ao técnico e aos amigos neste momento difícil. Estamos com vocês."

 
Mais conteúdo sobre:
Interior Acidente de trânsito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.