Dois acidentes matam 3 e provocam congestionamento na Via Dutra

Acidentes, seguidos de incêndio, fecharam a pista sentido Marginal do Tietê; reflexos se estenderam até de manhã

Ricardo Valota e Marília Lopes, do Estadão.com.br,

23 Março 2011 | 00h57

 

SÃO PAULO - Três pessoas morreram e três ficaram feridas, no final da noite de terça-feira, 22, em dois graves acidentes, ambos seguidos de incêndio, na pista sentido Rio de Janeiro da Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, na Grande São Paulo, e em São José dos Campos, no Vale do Paraíba.

 

Por causa dos acidentes, apesar de as vias terem sido liberadas às 4h, nesta manhã ainda havia reflexo no trânsito para o motorista que trafegava pela rodovia. Às 11 horas, no sentido Rio de Janeiro, a rodovia tinha tráfego lento do km 227 ao 224, na pista marginal. Pela pista expressa havia lentidão entre o km 226 e 224. No sentido São Paulo, a pista marginal tinha lentidão do km 217 ao 221 e a pista expressa do km 216 ao 224.

 

Veja também:

blog Acompanhe a situação do trânsito pelo blog

 

Colisão. Eram 22h45 quando um caminhão atingiu um Fiat Uno e lançou o veículo de passeio contra a traseira de uma carreta no km 134,5, em São José dos Campos. Tanto o Fiat quanto o caminhão - da transportadora Júlio Simões Logística (JSL) - pegaram fogo. O condutor do Fiat, ainda não identificado, e a caminhoneira Miriam Gomes da Silva, de 38 anos, morreram carbonizados no local.

 

Adilson de Jesus, de 37 anos, motorista da carreta atingida na traseira pelo veículo de passeio, sofreu ferimentos leves. Às 2h35, o congestionamento chegou aos 12 km na pista sentido Rio; no sentido, a lentidão chegou a ser de 5 km por causa dos bloqueios.

 

A transportadora divulgou nota na manhã desta quarta-feira, 23, lamentando o acidente. A empresa informou que está apurando as causas e irá colaborar com as investigações. Segundo a nota, a caminhoneira não era colaboradora direta da empresa. A JSL afirma que presta assistência às famílias das vítimas.

 

Quase uma hora depois, um engavetamento de mesma gravidade interditou a pista expressa, também no sentido Rio, no km 223,5, em Guarulhos, próximo ao Shopping Internacional. No local, o condutor de uma carreta biarticulada não conseguiu frear a tempo de evitar o choque contra um caminhão que estava parado em um congestionamento, motivado por um atropelamento ocorrido supostamente após um roubo de uma bicicleta na região do aeroporto.

 

Dois veículos de passeio e outros dois veículos de carga - um caminhão e uma carreta - também se envolveram no acidente. Em razão do choque, pelo menos um dos veículos se incendiou. Uma pessoa morreu carbonizada e duas, em estado grave, foram encaminhadas para o Hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba.

 

Atualizado às 11h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.