Divulgado o retrato falado de suspeito de matar jogadora

A polícia apresentou ontem o retrato falado da pessoa que teria atacado a jogadora de vôlei Magda Aparecida Galasso Gomes, de 53 anos, morta no sábado a facadas em um apartamento em Perdizes. A descrição foi feita pelo filho da vítima, que estava presente no momento do crime. A 3ª Delegacia de Chacinas e Latrocínios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso, ainda considera outras hipóteses, além do latrocínio, para a morte da jogadora. Segundo o delegado Luiz Fernando Lopes Teixeira, responsável pelo caso, a vítima foi morta por uma faca que estava dentro de casa e não pertencia ao ladrão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.