Discussão sobre concessão do Pacaembu esquenta

Câmara dos Vereadores de São Paulo fará comissão especial para discutir o assunto após a Páscoa

Martín Fernandez, Jornal da Tarde

01 Abril 2009 | 13h32

O debate sobre o futuro do Estádio do Pacaembu, iniciado há uma semana nas páginas do JT e no portal do estadao.com.br, também será realizado na Câmara de Vereadores de São Paulo. Após a Páscoa, a Casa irá formar uma comissão especial para analisar o assunto.

 

Veja também:

forum Você concorda com a concessão?   

especialJT Debate - Pacaembu

lista Confira os prós, contras e notícias sobre o debate

 

Foi o vereador Dalton Silvano, do PSDB, que propôs a criação da comissão, que terá seis outros parlamentares. "A ideia é chamar a sociedade, ouvir o Corinthians, o pessoal do Viva Pacaembu e todos que tiverem algum envolvimento."

 

Os vereadores terão prazo de até 120 dias para apresentar um relatório com conclusões. "Mas podemos fechar o assunto em 30 dias. Vai depender de nossa agenda", diz Silvano. "O relatório servirá de base para a decisão da Prefeitura."

 

Ainda que o parecer da comissão seja favorável à concessão, não será simples o trâmite para fazer do Pacaembu o estádio do Corinthians. Além da resistência de parte da sociedade, a ideia tem inimigos dentro da própria Prefeitura.

 

O secretário de coordenação das subprefeituras, Andrea Matarazzo, é contra a parceria. "No que depender de mim, não vai ser possível", afirmou. O prefeito Gilberto Kassab não quis responder ao JT. Para o secretário de esportes Walter Feldman, o importante é o debate. "Se a população for contrária, depois ela não terá o direito de questionar o uso de recursos públicos para manutenção e melhorias do local."

Mais conteúdo sobre:
JT Debate Pacaembu

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.