Dirigentes da Império de Casa Verde negam participação de Tiago na diretoria

Tiago está preso no CDP de Pinheiros e é acusado de rasgar os envelopes com as notas das escolas de samba

Solange Spigliatti,

22 de fevereiro de 2012 | 13h51

SÃO PAULO - Em entrevista coletiva no barracão da Escola de Samba Império de Casa Verde, na zona norte de São Paulo, na manhã desta quarta-feira, 22, com dirigentes e o advogado da escola, Eduardo Moraes, foi negado de que Tiago Ciro Tadeu Faria, de 29 anos, pertence ao quadro da diretoria da Império.

Tiago está preso no CDP de Pinheiros acusado de pegar e rasgar os envelopes com as notas das escolas de samba do carnaval 2012 de São Paulo, na terça-feira, durante apuração no Sambódromo do Anhembi.

Durante a coletiva, o advogado afirma que Tiago não pertence à diretoria e é apenas um torcedor e que este ano teria participado pela primeira vez do desfile da escola.

Tiago usava a camisa do ensaio técnico da escola durante ba apuração e foi flagrado sentado junto com os diretores da Império, no Anhembi. Sobre isso, o advogado disse que a escola não entregou nenhuma credencial ao jovem e que acolheriam qualquer torcedor da escola que estive no local.

A escola também afirma não ser responsável por qualquer torcedor que estava na área exclusiva para os diretores das escolas e não se responsabiliza pela atitude de Tiago.

As informações são do jornal SPTV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.