Diretor de TV é morto com sete tiros no interior de SP

Marco Antonio Moreira Lagos, conhecido como Chileno, era diretor-administrativo da TV Barretos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

27 de junho de 2011 | 16h15

SÃO PAULO - O diretor-administrativo da TV Barretos, Marco Antonio Moreira Lagos, de 34 anos, conhecido como Chileno, foi morto com sete tiros nesta manhã em Barretos, no interior paulista. De acordo com a polícia, ele entrava em seu carro, que estava no estacionamento de um hotel, quando foi abordado por um homem encapuzado. Dentro do veículo estavam seu cunhado e seu irmão. Lagos foi atingido por quatro tiros nas costas, dois na nuca e um em um dedo da mão esquerda. Ele morreu no local. O criminoso fugiu.

Um carro que teria sido usado para a fuga do criminoso foi localizado nesta tarde pela polícia, que suspeita que as placas do veículo, que é de Santa Bárbara D''Oeste, sejam clonadas, pois não há registro de roubo. Cápsulas balísticas foram apreendidas, junto com o celular de Lagos. A polícia, que investiga o caso, ainda não tem um suspeito do crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.