Direto da Escócia para o Mercadão

Aos 33 anos, o chef escocês Tom Kitchin tem uma vida e tanto. Começou a cozinhar aos 13 e, já dono de restaurante com seu nome, aos 29, recebeu uma estrela do Michelin, centenário e desejado guia de gastronomia. Fora que comanda em Edimburgo ao lado da mulher, Michaela, seu restaurante The Kitchin - brincadeira com kitchen (cozinha, em inglês) e seu sobrenome.

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

08 Maio 2011 | 00h00

Ele veio ao Brasil neste mês, como convidado do Whisky Festival. Na semana passada, preparou um jantar para 80 pessoas no restaurante Dui, em São Paulo. "É sempre um desafio cozinhar fora de sua cozinha, especialmente em outro continente. Mas me senti muito confortável", conta ele, que vai para o Rio amanhã e a Salvador na quarta-feira.

O cardápio paulistano? Entradas: sopa gelada de beterraba com truta defumada ou carpaccio de polvo e frutos do mar brasileiros. Prato principal: bife Wellington com cogumelos shitake. Sobremesa: baba ao uísque com frutas da estação. E, para beber, mais variedades de uísque (é claro!).

Durante a estada na capital, Kitchin foi ao Mercado Municipal e provou lanches típicos. "Gostei do sanduíche de mortadela e dos bolinhos de bacalhau", conta. "E nunca provei frutas tão doces e suculentas como as daqui", completa o criador da culinária "da natureza para o prato", que tem predileção por ingredientes frescos e sazonais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.