Dinamite usada em banco pode ter vindo de SP

Dez assaltantes explodiram, na madrugada de ontem, a frente da agência do Banco do Brasil de Lavras da Mangabeira, a 510 km de Fortaleza. A Polícia Militar cearense acredita que a dinamite usada seja parte da carga de duas toneladas roubada em São Paulo no mês passado. O bando levou ao menos R$ 300 mil.

Lauriberto Braga, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2010 | 00h00

Foi o terceiro assalto a banco no Ceará em dois dias. A polícia acredita que os três assaltos foram feitos pela mesma quadrilha. Em julho, a agência já havia sido assaltada.

Os assaltantes chegaram a Lavras às 3h. Dominaram moradores de rua para usá-los como escudo. Eles tentaram arrombar a agência, mas não conseguiram abrir as portas de vidro.

A quadrilha roubou os cofres dos caixas eletrônicos e fugiu em uma caminhonete e em um carro, rumo à Paraíba. O carro foi encontrado ontem de manhã em Icó, a 410 km de Fortaleza. Segundo a polícia, o veículo é de um delegado paraibano que foi assaltado na terça em João Pessoa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.