Dilma promete apoio para êxito da Expo 2020 em São Paulo

Comissão que avalia candidatura da cidade como sede do evento foi recebida pela presidente em Brasília

O Estado de S.Paulo

14 Março 2013 | 04h17

A delegação do Bureau Internacional de Exposições (BIE), que visita o País para avaliar a candidatura de São Paulo a sede da Expo 2020, foi recebida ontem pela presidente Dilma Rousseff, em Brasília, com o prefeito Fernando Haddad (foto) e o governador Geraldo Alckmin. Dilma prometeu dar suporte para o êxito do evento. Anteontem, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aderiu à candidatura.

A candidatura paulista já tem o engajamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do atleta do século, Pelé. A presidente, segundo relato de Haddad e dos chefes da delegação do BIE, assumiu o compromisso de dar apoio técnico e institucional para a exposição, realizada pela primeira vez em Londres, em 1851. São Paulo disputa o evento com 4 metrópoles de outros continentes: Ayutthaya (Tailândia), Dubai (Emirados Árabes), Izmir (Turquia) e Ekaterinburg (Rússia).

Agenda. A reunião com Dilma fechou a agenda de compromissos da delegação em Brasília, que incluiu almoço no Itamaraty e encontros com os ministros das Relações Exteriores, Antônio Patriota, e do Turismo, Gastão Vieira, além de autoridades federais.

O último compromisso na capital foi com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB). A programação da BIE termina hoje, em São Paulo, com uma entrevista coletiva em que será apresentado o balanço da missão.

O secretário-geral do bureau, Vicent Loscertales, mostrou-se satisfeito com os requisitos e a disposição demonstrada pelos brasileiros. Ele se disse particularmente impressionado com o mote escolhido pelos paulistas. "Nos chama a atenção o tema da proposta brasileira, a diversidade, que é em grande medida a própria identidade do País." / VANNILDO MENDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.