Dilma: 'País já tem os recursos contra a seca'

Em um dia nublado que começou com chuva tímida, a presidente Dilma Rousseff inaugurou ontem uma adutora de algodão no município de Malhada (BA) com o discurso de que o País tem "todos os recursos para enfrentar a seca". "Não controlamos o clima, mas podemos garantir que a gente tenha instrumentos para que, quando não chover, tenha água estocada", afirmou a presidente.

RAFAEL MORAES MOURA , ENVIADO ESPECIAL , MALHADA (BA), O Estado de S.Paulo

10 de novembro de 2012 | 02h07

"Queremos que a seca passe e ninguém sofra as consequências dela", continuou Dilma. "Queremos que a seca nunca afete a vida das pessoas. Vamos usar de adutoras, irrigação, vamos usar do que há de melhor no mundo para garantir que o combate à seca não seja uma volta atrás àquele passado antigo, em que se usava a seca para extrair boa vontade ou benefícios. Queremos que as adutoras, cisternas, a irrigação sejam a realidade", acrescentou a presidente.

Ela prometeu lançar na terça-feira um programa de irrigação. Na sequência, partiu para Salvador, onde se encontraria com governadores da Região Nordeste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.