Dilma lamenta no Twitter morte de jovem baleado por PM

Segundo a presidente, violência contra jovens de periferia é a manifestação mais forte da desigudalde no País

29 de outubro de 2013 | 12h43

Em sua conta oficial no Twitter, a presidente Dilma Rousseff se solidarizou nesta terça-feira, 29, com a família do adolescente Douglas Rodrigues, morto por um policial militar na zona norte de São Paulo no domingo, 27. Nas mensagens, a presidente criticou a violência contra jovens negros da periferia, o que classificou como a "a mais forte desigualdade do Brasil". Dilma ainda disse que "nessa hora de dor, presto solidariedade a sua família e amigos".

O episódio da morte do jovem foi motivo de violentos protestos nessa segunda-feira, 28, na rodovia Fernão Dias e no bairro Jaçanã, na zona norte da capital paulista. Os dois sentidos da via foram fechados, ônibus e caminhões foram incendiados e 90 pessoas acabaram presas durante o ato.

Mais conteúdo sobre:
pmviolênciaprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.