Dilma envia carta a famílias de vítimas

A presidente Dilma Rousseff enviou carta às famílias das crianças mortas em Realengo. "O coração que me dói é o de mãe e avó. Permitam, mesmo que por um instante, dividir com vocês esse momento de perda e angústia." Dilma observa ainda que "não há qualquer palavra que possa reduzir vossa dor".

, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.