Dicas simples ajudam a evitar novos ataques

A onda de arrastões no primeiro semestre de 2011 obrigou a Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo (Fhoresp) a fazer recomendações a associados.

O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2012 | 03h06

Orientar os funcionários a nunca reagir, instalar câmeras, levantar antecedentes criminais dos contratados e pedir para que manobristas e porteiros criem uma rede de informações com estabelecimentos vizinhos são algumas das sugestões.

"É preciso ser criativo e essas são dicas que não oneram o estabelecimento. A contratação de segurança é algo que gera custo, o que certamente seria repassado ao cliente", disse Edson Pinto, diretor da entidade.

A Fhoresp também cobrou da Secretaria da Segurança Pública do Estado, em 2011, investigação e ações preventivas em relação aos assaltos. / W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.