Diário de Lore Dublon vai ganhar edição de luxo

Um dos destaques do museu será o diário da jovem judia alemã Lore Dublon. O documento revelado pelo Estado em outubro fala da invasão nazista na França e Bélgica por meio das palavras da adolescente. Segundo informações encontradas em arquivos de Bruxelas e Jerusalém, a garota foi morta com pai, mãe e irmã no campo de concentração de Auschwitz. O diário ficou no baú dos parentes de Lore por 60 anos e nunca havia sido traduzido para o português. Edição de luxo, em português e inglês, deve ser preparada no segundo semestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.