Diário de Classe criou polêmica

Em agosto deste ano, a catarinense Isadora Faber, de 13 anos, criou uma página no Facebook para denunciar as más condições da Escola Básica Municipal Maria Tomázia Coelho, em Florianópolis. Em menos de um mês, seu blog Diário de Classe foi curtido por milhares de internautas e a escola acabou reformada pela Prefeitura.

O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2012 | 02h08

O sucesso foi tanto que o blog foi usado até em campanha eleitoral indevidamente e a família de Isadora processou o candidato.

A garota foi hostilizada por gente na escola que não gostou das críticas. A professora de português chegou a fazer boletim de ocorrência, alegando "calúnia e difamação". A menina havia escrito no blog que se sentiu perseguida e humilhada pela professora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.