Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Dia 10/10/2010 anima numerólogos da cidade

Cesarianas e casamentos são marcados para hoje, não só para garantir os bons presságios, como também para aproveitar a data marcante

Viviane Biondo, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2010 | 00h00

Desde os tempos de colégio, a bancária Luciana Casemiro, de 26 anos, queria ser mãe em uma data marcante. "Desde 2/2/2002 penso nisso. Passei toda a gravidez torcendo para que o parto fosse em 10/10/2010." Ela marcou para hoje a cesariana do primeiro filho, Pedro Lucas.

Embora 10/10/2010 não seja a chamada capicua ou palíndromo - respectivamente, números e palavras ou frases idênticos se lidos da esquerda para a direita e vice-versa -, a soma de todos os dígitos que formam a data de hoje supostamente traz bons presságios. "Somando 10+10+10, temos 3 (30=3+0), considerado perfeito em numerologia, porque traz sorte e bons fluidos", diz a numeróloga Aparecida Liberato, da Associação Internacional de Numerologia.

Por isso, além de nascer na data marcante, Pedro Lucas poderá ter a numerologia a seu favor. E não deve ser o único. Segundo a obstetra Junivanda Arantes, a preferência por datas com repetições é tão comum que ela mesma chama a atenção das futuras mamães. "Disse para minha paciente que o parto poderia ser hoje, uma data muito bonita."

Mas há outras análises: "Se somarmos 10+10+2010, dá 5, número cuja energia favorece mudanças. É ideal para quem deseja repensar algum aspecto na vida."

O engenheiro Heverson Hanna Costa, de 26 anos, sugeriu à noiva, a assistente de marketing Letícia Kimura, de 30 anos, que a cerimônia de casamento fosse hoje. "Queria uma data marcante e acabou coincidindo com o clima romântico da primavera. Só não marcamos para as 10h10 porque ficaria muito cedo para os convidados", diz Letícia.

As contas podem entrar em campo hoje, quando os camisas 10 de dois dos maiores times de futebol do País jogam no Campeonato Brasileiro. Pelo Corinthians, que enfrenta o Atlético-GO, o artilheiro Bruno César espera contar com a sorte e a torcida. "É uma data diferente, em um domingo que pode ser ainda mais especial com a vitória." Pelo Palmeiras, o chileno Valdívia espera voltar a marcar gols contra o Botafogo. "Gosto muito do número 10, mas não chego a ter nenhuma superstição." / COLABOROU PAULO GALDIERI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.