Dez centros de compras seguem abertos por liminar

O Shopping Pátio Paulista foi multado no dia 23 em R$ 1,18 milhão e teve a licença de funcionamento cassada por não ter corrigido problemas apontados pela Prefeitura. De acordo com a administração municipal, a garagem do local tem menos vagas do que o exigido, além de um lava-rápido funcionando de maneira irregular. O espaço teve o alvará de funcionamento cassado no dia 10 do mês passado. Para evitar o fechamento, o shopping obteve uma liminar judicial.

O Estado de S.Paulo

08 de agosto de 2012 | 03h05

O mesmo ocorreu com o Shopping Pátio Higienópolis, que teve o alvará de funcionamento cassado no dia 4 de julho. Atualmente, dez shoppings paulistanos seguem abertos com base em liminar judicial. No caso mais recente, no dia 30, o Shopping Pirituba, na zona norte da capital, obteve liminar que dá 90 dias de prazo para se regularizar segundo as exigências da Prefeitura.

O local, a exemplo dos demais centros de compras, corria o risco de ser fechado. Dos 47 shoppings da capital, só 22 estão regularizados. Há 14 irregulares ou sob fiscalização do governo. Depois da divulgação de uma lista de regularização pela Prefeitura, o Eldorado foi o primeiro a acertar sua situação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.