Detran vai bloquear 29 mil CNHs emitidas em Ferraz

São habilitações emitidas entre 2005 e 2008 dentre as mais de 36 mil analisadas na Operação Carta Branca

Elvis Pereira, estadao.com.br

06 de agosto de 2008 | 21h10

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo pretende bloquear 29.473 carteiras de motoristas habilitados em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. As CNHs deles estão entre as 36.621 emitidas entre 2005 e 2008 e que foram analisadas em decorrência da Operação Carta Branca, desencadeada em 3 de junho pelo Ministério Público e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para desarticular um esquema de falsificação e venda de carteiras.  Em nota, o Detran informou que as diligências encerradas em 31 de julho tiveram os seguintes resultados: 7.883 motoristas atenderam ao edital de convocação; 28.738 não compareceram; e 128 carteiras com irregularidades foram apreendidas. Além disso, foram processados 24 Centros de Formação de Condutores, 35 médicos e 40 psicólogos. Segundo o Detran, serão instaurados inquéritos policiais para apurar falsidade ideológica e inserção falsa de dados nos Sistemas da Administração.  No comunicado, a delegada-corregedora do Detran paulista, Maria Inês Trefiglio Valente, explica que os motoristas que não atenderam à convocação no prazo previsto ainda podem ir até a Corregedoria do Detran, no Ibirapuera, na zona sul da capital, para efetuar o recadastramento. O bloqueio da CNH impede sua renovação, a solicitação de segunda dia e transferência para outra localidade. Quem for pego com a carteira bloqueada terá o documento apreendido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.