Detran-SP pede mais 90 dias para valer exigência de simuladores

Autarquia estadual enviou ofício ao Departamento Nacional de Trânsito; objetivo é facilitar a adaptação das auto-escolas

Victor Vieira, O Estado de S. Paulo

08 de janeiro de 2014 | 12h49

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) pediu prazo de 90 dias para que comece a valer a exigência de aulas em simuladores para conseguir a carteira nacional de habilitacao (CNH). O pedido foi enviado em ofício nessa terça-feira, 7, ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), ligado ao Ministério das Cidades.

O objetivo e dar mais tempo para que as auto-escolas comprem os simuladores e as fornecedoras entreguem os aparelhos. A obrigatoriedade de aulas em simuladores passou a valer em 1º. de janeiro, de acordo com resolucao aprovada pela Contran. Pelo pedido do Detran de São Paulo, a exigência seria válida somente a partir de 1.º de abril.

Outra solicitação do Detran paulista no ofício foi a discussão entre os departamentos estaduais de trânsito, o Denatran, o Contran e outras entidades do setor sobre a nova regra. A proposta, segundo a assessoria de imprensa do Detran-SP, é substituir parte da carga horária prática por aulas no simulador e evitar o repasse de custos aos futuros motoristas. As despesas com a CNH podem aumentar em aproximadamente R$ 200 com o uso do equipamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.