Detran dá mais prazo à vistoria particular

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo ampliou em mais 120 dias, para transferências de propriedade, os laudos de vistoria veicular elaborados por empresas privadas. Trata-se da terceira ampliação do prazo desde que o Detran determinou em dezembro que, a partir de 2011, apenas laudos feitos pelo próprio Detran e pelas Ciretrans seriam aceitos.

Márcio Pinho, O Estado de S.Paulo

31 Março 2011 | 00h00

Pela última ampliação, divulgada nesta semana, a medida passará a valer em 28 de julho. O Detran afirma que desenvolve estudos internos para um melhor atendimento ao cidadão.

A ampliação, contudo, foi parar na Justiça, após protesto contra as empresas que emitem esses laudos, conhecidas como ECVs. A Anpevi - associação que reúne essas empresas - já obteve liminar garantindo que os laudos das empresas continuem sendo aceitos. O principal argumento é o fato de a legislação federal permitir isso por meio da Resolução 282/8 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que abriu esse mercado à iniciativa privada. A Anpevi acredita que em breve o Detran publicará portaria recuando da decisão de dezembro e aceitando definitivamente os laudos de particulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.