Detectados indícios de manipulação em escalas

A Procuradoria Regional do Trabalho detectou indícios de irregularidades nas escalas de voos dos funcionários da Gol. Em audiência ontem com representantes da empresa e dos trabalhadores, a procuradora Laura Martins Maia de Andrade apresentou proposta com oito itens a serem seguidos - seis têm relação com a escala. A Gol informou que terá até o dia 31 para se manifestar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.