Filipe Araújo/AE
Filipe Araújo/AE

Despachantes são alvo de blitz na região do Consulado dos EUA

Escritórios da região da zona sul são acusados de vender documentos falsos para brasileiros que buscam visto

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

13 de agosto de 2009 | 11h05

Escritórios de despachantes são suspeitos de vender documentação ilegal para brasileiros conseguirem visto para os Estados Unidos. Os despachantes atuam perto do Consulado Americano e pelo menos cinco deles são alvo de uma blitz na manhã desta quinta-feira, 13.

 

Os policiais da 6ª Seccional de Polícia cumprem 5 mandados de busca e apreensão em escritórios que ficam na região da Rua Henri Dunant, zona sul de São Paulo, perto do Consulado. Além de São Paulo, o grupo atuava em pelo menos mais quatro Estados.

 

Os escritórios são acusados de fornecer documentos falsos para brasileiros que pretendem tirar visto para a entrada nos Estados Unidos, segundo a polícia. Nos escritórios, foram apreendidos documentos e computadores que serviriam para falsificar os documentos.

 

Os cinco representantes dos escritórios estão sendo ouvidos pelo delegado Paulo Pereira de Paula, titular do Setor de Investigações Gerais da polícia.

 

Texto ampliado às 15h30 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
Consulado dos EUAvistoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.