Deslizamento soterra três crianças no Amazonas

Três crianças ficaram soterradas na manhã de ontem em um deslizamento de terra em Manacapuru, a 68 km de Manaus. De acordo com o relato dos moradores aos bombeiros, as crianças tinham entre 2 e 5 anos, eram de uma mesma família e estavam em um flutuante, uma construção usada como casa ou estabelecimento comercial, sempre perto do leito de um rio. Nesse caso, ele ficava perto do barranco que desmoronou. Outras duas casas ainda correm o risco de desabar. Até o fim da noite, as crianças seguiam desaparecidas.

Liege Albuquerque / MANAUS, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2010 | 00h00

Porto. O deslizamento aconteceu dois dias depois de um desabamento no Porto de Chibatão, no Rio Negro, em Manaus. Dois homens, Silvio Barbosa, de 31 anos, e Pedro Paulo da Silva, de 63 anos, continuavam desaparecidos ontem. O Chibatão, que ficou parcialmente destruído pelo deslizamento do domingo, não tinha licenciamento da prefeitura para a construção de uma rampa, realizada pelos dois funcionários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.