Deslizamento de terra atinge condomínio em Santo André

Conjunto de quatro prédios foi atingido pela terra de um morro próximo; ninguém ficou ferido

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

29 Janeiro 2010 | 07h54

Moradores de um condomínio de prédios localizado no limite entre Santo André e São Bernardo do Campo, no ABC paulista, levaram um grande susto na madrugada desta sexta-feira, 29. Por volta das 2h30, um deslizamento de terra de um morro que fica ao lado de um conjunto de quatro prédios surpreendeu os moradores.

 

Uma grande quantidade de terra invadiu o pátio do Condomínio Itapera, onde moram 64 famílias - em frente à Praça Herbert de Souza - ocupando parcialmente e entrada de um dos blocos. Moradores afirmam que não existe muro de arrimo entre o morro e o condomínio e reclamam sobre o descaso das autoridades.

 

"Já entramos em contato várias vezes com a Defesa Civil. Como estamos entre Santo André e São Bernardo, fica esse jogo de empurra entre as prefeituras. Vieram aqui na semana passada e, mesmo mostrando para eles os cortes (fissuras) que já apareciam no morro, disseram que não tinha perigo algum. O morro é mais alto que o prédio", afirma a corretora de imóveis Rosimary Moreira da Silva Morari, de 41 anos, que mora no térreo do bloco que corre o risco de ser atingido por mais terra. E completa: "Alguns dizem que a área onde ele fica pertence à Eletropaulo, outros dizem que a Eletropaulo já teria vendido.

 

Uma equipe da Defesa Civil, uma hora após o deslizamento, já havia chegado ao condomínio. Os moradores chegaram a ligar para os bombeiros, mas, como não houve vítimas, segundo o que informaram os próprios condôminos durante o chamado feito ao 193, não houve a necessidade do envio de equipes de resgate para o local.

Mais conteúdo sobre:
deslizamento Santo André Defesa Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.