'Design de unhas' agora é regado a bebidinhas Estilo

O nome é nail bar (em tradução livre, bar de unhas). Trata-se de um estúdio especializado no design de unhas, com profissionais acostumadas a tratar a pintura delas quase como uma obra de arte. E que, além disso, oferece drinques, cafés e até comidinhas para as clientes. A tendência que chegou da França e da Holanda, começa a pegar em São Paulo.

O Estado de S.Paulo

10 Dezembro 2011 | 03h06

Na semana passada, mais uma casa foi aberta, a Cosmopolish, em Pinheiros, zona oeste. O salão não lembra o ambiente barulhento dos cabeleireiros comuns. O cliente relaxa com música ambiente. Uma atendente ainda oferece o drinque da casa, que nesta semana foi Cosmopolitan. "Não podemos cobrar porque aqui não é um bar", explica Jack Cardoso, uma das sócias. A manicure custa a partir de R$ 25.

Aberto há seis meses, o Lily Nail Bar e Spa, na Vila Olímpia, zona sul da cidade, comercializa, entre uma unha e outra, uma gama variada de bebidas. Tem de champanhe a sucos. O preço para fazer as unhas das mãos começa em R$ 18. E a bebida é cobrada à parte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.