Desembargador suspende despejo de sem-teto que ocupam o Pinheirinho

Decisão do desembargador Antonio Cedenho, da 5.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3.ª Região, suspendeu ontem a ordem de reintegração de posse da área invadida conhecida como Pinheirinho, em São José dos Campos. A área é ocupada desde 2004 por 5.500 pessoas, segundo a prefeitura. As lideranças dos sem-teto dizem que são 9 mil pessoas.

O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2012 | 03h05

A decisão do desembargador levou em conta protocolo dos governos federal e do Estado, assumindo interesse em transformar o local em área de interesse social.

O processo será encaminhado para a Justiça federal. O terreno pertence à massa falida da empresa Selecta, do grupo Naji Nahas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.